Tesouro Selic (LFT) - por Lucas Moitinho e Tarik Mogames

Introdução

Com a recente alta dos juros muito vem se falando sobre os títulos públicos, em especial o tesouro selic. Porém, o que é o Tesouro Selic? Tem riscos? É rentável ? É seguro? Neste artigo abordaremos tópicos essenciais sobre esse título.


O que é Tesouro Selic?

Tesouro Selic é um título público pós-fixado sem Cupom, o que significa que você só saberá a rentabilidade final do investimento quando o título vencer. O lucro final desse investimento varia de acordo com a taxa básica de juros da economia, que é denominada Taxa Selic.


Qual a rentabilidade do Tesouro Selic?

O Tesouro Selic rende a Selic efetiva, que é 0,10% menor que a Selic meta determinada pelo banco central, que é o órgão responsável por definir a taxa básica de juros do nosso país.

Também é importante pontuar que, as LFTs são títulos sem Cupom, logo, não pagam juros semestrais, o que significa que o investidor apenas receberá o rendimento total do título em seu vencimento.

A rentabilidade diária é definida no mercado secundário, e varia de acordo com as expectativas dos investidores em relação à Selic meta , assim, todos os dias tem uma taxa diferente, isto é, a cada dia que passa, o investidor possui uma rentabilidade diferente sobre seu patrimônio, podendo resgatar antes do vencimento ou não.


É cobrado um imposto de renda no Tesouro Selic?

Sim, o título tem alguns custos como: o imposto de renda regressivo sobre os lucros obtidos com o investimento, também há cobrança de IOF sobre os rendimentos por 30 dias, do 1° dia 96% até o 30° dia 0%, após esse período o investidor é isento, além disso ainda existe a taxa da B3 de 0,25% ao ano.


IR regressivo:

  • Resgate em até 180 dias, IR de 22,5% sobre o lucro.

  • Resgate entre 181 e 360 dias , IR de 20% sobre o lucro.

  • Resgate entre 361 e 720 dias , IR de 17,5% sobre o lucro.

  • Acima de 720 dias, 15% sobre o lucro.

Todos esses custos são retidos na fonte, logo, não é necessário o pagamento via DARF, embora a declaração dos títulos ainda seja.

Tem riscos?

Sempre que você coloca seu dinheiro em algum lugar há riscos, até na famosa poupança há riscos.

Com o Tesouro Selic não é diferente e os dois principais riscos desse investimento são: risco de crédito e risco de mercado.


Risco de crédito

Quando você empresta seu dinheiro para alguém, há o risco dessa pessoa não te pagar. Isso se refere ao risco de crédito, no caso do Tesouro Selic você empresta seu dinheiro para o governo e o mesmo pode não te pagar.

Por pior que esteja a situação econômica no país, podemos dizer que esse risco é muito pequeno.

Primeiro porque o governo é o melhor pagador de todos, pois é ele quem cobra tributos e emite moeda. Segundo, porque todo sistema financeiro depende do governo, e caso o governo não te pague é muito possível que o país esteja muito mas muito próximo de quebrar.


Risco de mercado

Esse risco só existe caso você venda seu título antecipadamente.

No dia em que você irá vender seu título, dependendo das expectativas das taxa de juros, há um risco de se receber um valor menor pelo que se pagou pelo título.


Quanto tempo eu demoro para ter o dinheiro em mãos?

A liquidez do Tesouro Selic é D+1, ou seja, caso o prazo do título termine ou caso haja a necessidade de vender o título antes para obter o dinheiro, você precisará solicitar o resgate do título e após um dia útil o dinheiro estará em sua conta.


Vale a pena investir no Tesouro Selic?

Sim, o tesouro selic pode ser uma alternativa muito interessante se for utilizada com os objetivos de reserva de emergência ou investimentos de curto prazo com liquidez diária, que, em geral, é muito mais rentável que a maioria dos títulos prefixados e que a poupança.


Resumo

O Tesouro Selic é um título pós-fixado em que a rentabilidade depende da taxa de juros da economia. Por apresentar poucos riscos e uma alta liquidez, ela pode ser considerada uma alternativa à poupança, por render mais e ser mais segura.


66 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo