Ciclo Financeiro - por Vinicius Balan

Introdução

O ciclo financeiro é um indicador muito importante quando o assunto é a gestão de caixa e capital de giro da companhia. Basicamente, este indicador determina o número de dias que a empresa leva do dia do pagamento para seus fornecedores até o dia de recebimento dos seus clientes. Em outras palavras, é a quantidade de dias que a empresa necessita de capital de giro para financiar suas operações.



O ciclo financeiro pode ser calculado da seguinte forma:


Onde:

PMR: Prazo médio de recebimentos = Contas a receber * 365/Receita Líquida

PME: Prazo médio de estocagem = Estoques * 365/CPV(custo dos produtos vendidos)

PMP: Prazo médio de pagamentos = Fornecedores * 365/Compras realizadas

Obs: Compras realizadas = CPV + (Estoques (ano 2) - Estoques (ano 1))

Contas a receber, estoques e fornecedores são contas que podem ser encontradas no Balanço Patrimonial. CPV e Receita Líquida são contas pertencentes à DRE.

O Cenário ideal para as empresas

Empresas com ciclos financeiros curtos têm diversas vantagens. Elas negociam melhor com os clientes e fornecedores, alongando o prazo de pagamento aos fornecedores e encurtando o prazo de recebimento dos clientes. Além disso, empresas com ciclos financeiros curtos precisam despender de menos caixa para manter suas operações funcionando antes de receberem, característica que determina uma vantagem de setores com ciclos curtos frente aos setores de ciclos longos.



O setor imobiliário por exemplo, em média, paga seus fornecedores e só receberá dos clientes depois de 263 dias. Isso acontece pois grande parte de seus fornecedores (metalúrgicas, vendedores de concreto e cimento, vendedores de máquinas) tem forte poder de barganha por dominarem grande parte dos setor no qual estão inseridos e justamente por isso exigem prazos de pagamento curtos. Por outro lado, os clientes finais das construtoras são, geralmente, pessoas físicas, que, muitas vezes, parcelam o apartamento ou casa em muitos anos, caracterizando o recebimento desse setor como tardio.

O paraíso para os empresários são empresas com ciclos financeiros negativos. Isso significa que o poder de barganha da empresa é tão alto que ela exige que os clientes paguem antes mesmo da empresa precisar pagar o fornecedor. Dessa forma a empresa consegue financiar suas operações com o dinheiro que ela obteve na venda dos produtos ou serviços para os seus clientes e até mesmo gerar receita financeira com o dinheiro recebido.

Conclusão

O ciclo financeiro é um indicador muito importante e está diretamente relacionado à gestão do capital de giro da empresa. Os gestores devem sempre se preocupar em encurtar o ciclo financeiro a fim de ter mais fôlego caso a empresa passe por uma crise ou algo parecido.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo